Iuken sâque maiásse

9 07 2009

iuken para não me desiludir, verificou a minha suspeita que era uma granda intrujisse.

detesto filhadaputisses destas e desejo que vão mamar na quinta pata de um cavalo.

Obrigado e boa tarde

Anúncios




ié IUKEN!

16 04 2009

Soube agora mesmo do Iuken.

O que é o Iuken? Não sei. Ninguém sabe. (EDIT: é merda, é intrujisse) Mas está a dar dinheiro e disso eu gosto (EDIT: ya, e o pai natal existe mesmo).

Supostamente por este post a publicitar a cena, já vou ganhar uma casa na quinta do lago e um ferrari enzo. Ou não.

Agora sem palhaçadas, e porque quando a esmola é muita o pobre desconfia, fica aqui o que consegui extrapolar do site deles:

“Queremos ser uma oportunidade, real, para quem quer mudar de vida, para quem quer mudar de emprego, para quem está desempregado, para quem quer sair da crise, para quem, simplesmente, quer ganhar mais dinheiro ou para quem quer alcançar, a total liberdade financeira!”

Supostamente não são um esquema MLM nem “Ganhar dinheiro em casa”… Pode ser que não, mas pelo poder económico por detrás da coisa, tem que haver um interesse comercial – convenhamos, estamos na tuga, terra do chico-esperto. (EDIT: mete chico-esperto nisso)

Sim sou céptico. Também sou asséptico.

Mas como a crise coisa-que-é-tal-e-qual-mas-que-não-é-crise-porque-o-sócras-diz-que-ainda-não-se-pode-falar-em-crise está aí (EDIT: aquele ministro que faz corninhos no hemiciclo, diz que a crise acabou), qualquer ideia brilhante que os gajos tenham merece ser divulgada (EDIT: especialmente por bestas como eu que acreditei que realmente havia ali uma ideia interessante e legítima. sim… e era cá mesmo que isso ia acontecer.).

Dou por isso, e até saber mais, o benefício da dúvida (EDIT: não, não dou. É merda mesmo, como seria de esperar…) ao iuken (claro que se puzerem a floribela a cantar a musiqueta que levou ao festival, vou descobrir onde vocês estão e vou-vos enfiar um balázio em cada rótula, mas é na boa)

Se for tanga ou esquema, vou rasgar à força toda.

Mas se fôr verdade e legítimo vou ser grande fã.

E mais não sei. Vão lá ver. Se quizerem.

Não… Vão lá mesmo, se não querem que eu me chateie.

Agora vou escolher os azulejos para a casa da piscina da minha nova propriedade da quinta do lago. Até mais loguinho.

(EDIT: IUKEN é merda, é intrujisse, e é mais um esquema para um paneleiro filho da puta qualquer ganhar balúrdios à conta de uma carneirada iludida que faz o trabalho todo e recebe os arrendondamentos do troco. Por isso, “puta que os foda-se” a todos)





Queres bufunfa?

16 04 2009

O Web Milionário abriu um novo fórum, o Papa Posts, que paga 5 euros só para te registares e mais 50 cêntimos por cada amigo que leves contigo! Ainda não está aberto ao público, mas eu vou ter um código de acesso para poderes registar-te já na fase de testes e seres o primeiro a ganhar dinheiro. Fica atento aos comentários deste post, não percas esta oportunidade!

Vê o post do Web Milionário para leres os pormenores. Agora ide ganhar guita.





14 04 2009

Senhoras e Senhores…

Reinventados com base no espírito original.

Os únicos,

Os grandes,

Os míticos…

DUO OURO NEGRO (pitróil)

duo_ouro_negro1





Nucha FTW

11 03 2009

MQC?!?

Ora bem, temos a Nucha, figura mítica da música ligeira popular portuguesa de cariz católico apostólico evangélico, na decibelagem aleatória; um gordo* com convulsões desde que saíu da matrix, no baixo; o trent reznor, na bateria; o slash, na guitarra; um sósia do guitarrista dos tarântula, na outra guitarra; e para acabar o ramalhete, tenho uma teoria que o teclista é Jesus em pessoa, e assim toda a carreira da Nucha está explicada.

(de qualquer maneira foi a melhor música do “festival”, e isso por si só, já diz muito – mas continuamos portuguesinhos e a levar à eurovisão músicas de ir ao cú devagarinho)

*cuidado com os gordos com cabelo rapado, barbinha à forcado sec. XXI e ar de mau… são cá uns cromos… e olhem que eu sei do que falo!




ho ho ho’s

24 12 2008

Feliz Natal, e um 2009 melhor que 2008, são os meus desejos para todos aqueles que resistiram e continuaram a ler este blog.





payback’s a bitch ou a outra forma de dizer adeus.

10 10 2008

aviso: este post não tem piada. (se acham que os outros também não, sugiro que leiam este até ao fim. Tenho a certeza que vão adorar.)

 

Não sou, geralmente, uma pessoa vingativa ou rancorosa. Estrebucho muito quando me lixam, especialmente quando é pelas costas, e farto-me de dizer “hão de cá vir e depois a gente fala”, mas no momento da verdade lá acabo por ajudar mesmo os maiores filhos da puta. É algo que não me agrada particularmente, mas confesso que não é dos defeitos que mais me incomoda.

 

Ultimamente têm tentado elevar a fasquia da minha paciência e bom senso. Outras coisas se passam que não ajudam a discernir muito bem, e o resultado não poderia ser muito agradável.

 

Hoje tenho sentimentos mistos. Se por um lado há ainda muita raiva a correr-me nas veias, por outro há mágoa por ter sucumbido a alguma mesquinhês que me esgravata o neurónio há algum tempo. Sim (sabendo, ou não, que o fizeram), já me foderam muito, já me tiraram muitas noites de sono, já me desiludiram demasiadas vezes, e já deixaram cicatrizes e feridas abertas mais vezes do que é razoável admitir. A verdade é que quando o fazem, imagino que não sabem que o fizeram. Penso (ou quero pensar) que seja assim. É mais facil para mim pensar que não sabem. Não acredito nisso, mas também já me disseram que eu tenho a mania da perseguição.

 

Tanta volta para contextualizar algo que a mim me custa mais do que possam pensar. Faço tudo para evitar ter que alguma vez pedir desculpas. Desta tive o espirito fraco, e por isso vai ter mesmo que ser.

DESCULPEM

…e desculpem não o dizer cara-a-cara. Assim não só é mais facil para mim, como escuso de ouvir as pessoas que eu penso que possa ter magoado a dizer-me que não as magoei, e assim mostrarem que realmente eu sou mais egocêntrico e mais irrelevante do que quero alguma vez quero admitir ser.

Por isso, e mais uma vez: se nos ultimos tempos te magoei…

DESCULPA

 

Aproveito este post para comunicar a minha saída de cena. Não quero, nem vou falar muito mais disso, mas posso dizer que eventualmente poderei ainda colocar tralha aqui. Não tenho a certeza se quero que este seja o meu último post, e conforme for fazendo as pazes comigo mesmo posso vir aqui empurrar isto para fora da página.

Obrigado a todos os que acompanharam este pequeno trajecto. Desculpem os visados das críticas, mas convenhamos, puzeram-se bem a jeito.

Adeus.

M